domingo, 30 de outubro de 2011

Grande asteroide passará 'raspando' pela Terra em novembro

Grande asteroide passará 'raspando' pela Terra em novembro


Noticia Gospel


Um grande asteroide vai passar "raspando" pela Terra em novembro deste ano, informou a Nasa, a agência espacial americana.


Embora o asteroide 2005 YU55 tenha sido classificado como um objeto potencialmente perigoso, os especialistas dizem que não há riscos de que ele colida com a Terra nos próximos cem anos.


Esta é a primeira vez que cientistas preveem a passagem tão próxima à Terra de um objeto desse tamanho.


A Nasa informou que um evento como esse não deve se repetir até 2028, quando o asteroide (153814) 2001 WN5 deve passar a uma distância ainda menor do nosso planeta. Identificado em 2005 pelo astrônomo Robert McMilan, do Spacewatch Program, em Tucson, no Estado do Arizona (EUA), o asteroide 2005 YU55 vai passar a uma distância de 323 mil km da Terra.


Observação Com cerca de 400 metros de diâmetro, ele poderá ser visto por meio de telescópios relativamente pequenos.


O melhor momento para tentar observá-lo, segundo a Nasa, será na noite de 8 de novembro, depois das 21h na zona do Atlântico leste e oeste africano.


Mas não será fácil acompanhar sua trajetória, já que o asteroide estará se movendo em alta velocidade.


Segundo descrições, trata-se de um objeto muito escuro, de forma esférica.


Os astrônomos pretendem aproveitar a oportunidade para estudar a rotação do asteroide e determinar a aspereza de sua superfície e sua composição mineral.


Fonte: http://www.portaldocrente.com

Você ainda lembra disso ??

Você ainda lembra disso ??

PM que se afasta por acidente em serviço não pode ter desconto algum no hollerith, diz Justiça

PM que se afasta por acidente em serviço não pode ter desconto algum no hollerith, diz Justiça

No dia 17 de Maio de 2011, o Juiz de Direito da 5ª Vara da Fazenda Pública da Capital, Dr. Alexandre Jorge Carneiro da Cunha Filho, após análise de pedido liminar ofertado pela Dra. Karina Cilene Brusarosco da Oliveira Campanini Advogados Associados concedeu a medida de emergência ordenando o Estado de São Paulo a não mais descontar o valor de R$ 925,00 referente ao Adicional de Local de Exercício (ALE) de policial militar afastado por acidente em serviço ocorrido no ano de 2004.

No caso referido, o PM sofreu um entorse no joelho esquerdo enquanto praticava atividade física em reunião mensal da subunidade PM, conforme ficou comprovado pelo Atestado de Origem confeccionado pelo Centro Médico da PM no dia seguinte ao do acidente.

LEIA + AQUI

Império homossexual. -- repúdio do Senador Magno Malta





http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=2CRo6hi0DtQ

Igreja Católica ganha fortuna com publicações pornô na Alemanha

Igreja Católica ganha fortuna com publicações pornô na Alemanha

Postado em Internacional às 17:15

A Editora comprada pela igreja é a maior publicadora de material adulto da Alemanha Weltbild [Cosmovisão], a maior empresa de mídia da Alemanha, teve suas ações compradas na totalidade pela Igreja Católica mais de 30 anos atrás. Mas isso não os impediu de continuar publicando livros que muitos de seus fiéis considerariam ofensivo.

A empresa vende livros, DVDs, CDs de música e muitos outros produtos.

Poucas pessoas sabiam dessa conexão até o início deste mês, quando o Buchreport, newsletter sobre a indústria de entretenimento alemã, informou que a empresa católica também vende material pornográfico.

O assunto também está na capa deste mês revista católica PUR.

Um porta-voz da Igreja respondeu: “a Weltbild tenta impedir a distribuição de conteúdo possivelmente pornográfico.” Aparentemente os esforços de prevenção não foram bem sucedidos.

Por mais de 10 anos, um grupo de católicos indignados vem tentando mostrar para as autoridades da Igreja o que está acontecendo.

Eles se dizem indignados com a hipocrisia da empresa.

Em 2008, o grupo redigiu um documento de 70 páginas detalhando a prova da venda de material questionável.

Eles garantem que todos os bispos cujas dioceses recebem parte dos lucros da Weltbild receberam esse documento.

Não é uma escolha fácil, afinal, cerca de 182 milhões de euros são destinados à igreja.

Cabe a pergunta: que vale mais: “o dinheiro ou a moral”?

Hoje, a empresa cuja sede fica na cidade de Augsburg, emprega 6.400 pessoas e seu volume de negócios é de 1,7 bilhão de euros anualmente.

Além disso, é a líder do mercado editorial alemão e mantém um site que é perde apenas para a Amazon daquele país.

Os lucros são reinvestidos regularmente na empresa visando aumentar sua fatia no mercado, o que só é possível se a Weltbild continuar vendendo materiais que não são compatíveis com os ensinamentos da Igreja.

Os 2.500 livros eróticos em seu catálogo atual, incluindo os do selo Pantera Azul, especializado em pornografia, são apenas um exemplo.

A Igreja Católica alemã possui ainda 50% da editora Droemer Knaur, que também imprime material pornográfico e livros budistas.

Notícias Cristãs via tradução e adpatação de Gospel Prime Gospel Prime de Welt e Pur Magazin

Fonte:- http://news.noticiascristas.com

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Cabral diz que batalhões da PM devem ser extintos até 2014

Cabral diz que batalhões da PM devem ser extintos até 2014
Governador diz atual conceito de quartéis está absolutamente equivocado

Durante a formatura de 499 policiais que vão trabalhar nas UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora), no Cfap (Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças), em Sulacap, na zona oeste do Rio, o governador Sérgio Cabral disse que pretende acabar com os quartéis (batalhões) da PM, da forma como eles funcionam atualmente, até 2014.
- Com exceção das tropas especiais, como Bope e Batalhão de Choque, o chamado quartel regular, do batalhão do bairro, está com o conceito absolutamente equivocado. Na polícia de Londres, de Nova York, de Miami, de Paris, de Madri não é assim. Não tem cabimento mais isso. O quartel é um conceito do Exército, da Marinha e da Aeronáutica porque são forças militares aquarteladas. A nossa polícia é uma polícia ostensiva. Então nós estamos revendo isso.
Cabral adiantou que o quartel-general, no centro, vai virar um diretório administrativo, enxugando o número de pessoas, dando racionalidade e saindo daquele local. As outras prioridades são os quartéis de Botafogo e da Tijuca, cujos projetos já estão sendo tocados pela Casa Civil e Secretaria de Segurança.

Vida na Caserna

VÃO-SE OS ANÉIS

VÃO-SE OS ANÉIS:

Senhoras e senhores, com vocês, a incrível saga de um grupo de rapazes do sul do país tentando romper – e queimando – o anel apertadinho.



“Eu vô me cagar ‘tudo’! ‘Má tamém’ quando tirar, vou fazer um churrasco! ‘Cortemo’ fora o dedinho ‘entón’! Tá parando a ‘circulaçón’!”


Poucas vezes ri tanto. E esse sotaque incrível? Alguém sabe exatamente de onde eles são?


Enviado por Euclides Trevisan e dedicado ao Marcelo Adnet, que tem um belo laboratório aí pela frente.

O canalhismo continua instrumento de gestão…Quem não “me obedece” não serve para trabalhar no “meu” Departamento…na minha Seccional, na minha Delegacia…Na minha polícia

O canalhismo continua instrumento de gestão…Quem não “me obedece” não serve para trabalhar no “meu” Departamento…na minha Seccional, na minha Delegacia…Na minha polícia: Enviado em 27/10/2011 as 20:40 27/10/2011 – Adpesp sai novamente em defesa de seus associados com ofício enviado ao Decap A Associação dos Delegados de Polícia de São Paulo enviou, nesta quarta-feira, 26 de outubro, ofício ao Diretor do Decap, Dr. Carlos José Paschoal de Toledo, para impedir que Delegados sejam transferidos, compulsoriamente, por não [...]

Sobre a extensão do atendimento do HPM a todos os servidores públicos

Sobre a extensão do atendimento do HPM a todos os servidores públicos:

NOTA DE APOIO AO ESCLARECIMENTO DO PRESIDENTE DO CONSELHO DE USUÁRIOS DO FASPM


Associação de Defesa dos Interesses dos Policiais Militares Estaduais, Ativos, Inativos e Pensionistas – AMAI, o Clube dos Oficiais da Policia Militar do Paraná – COPMPR, a Sociedade Beneficente de Subtenentes e Sargentos da Polícia Militar do Paraná – SBSSPM, a Associação de Praças do Estado do Paraná – APRA, Associação da Classe Policial DOS Policiais Militares do Estado do Paraná – ASCEPOL, Associação Beneficente de Cabos e Soldados – ABCS, a Associação dos Oficiais Militares Estaduais do Paraná – AMEPARANÁ, Associação de Praças, Cabos e Soldados – APCS e a Associação Vila Militar – AVM tendo em vista as últimas noticias relativas aos Sistema de Assistência a Saúde – SAS, que passará a prestar atendimento a todas as categorias funcionais dos servidores estaduais, pelo Hospital da Polícia Militar;


Considerando as ponderações do Presidente do Conselho de Usuários do FASPM; e, ainda, que até os dias atuais os policiais militares e seus dependentes tem sentido restrições em seus atendimentos sob a desculpa de falta de condições; não entendendo os motivos que levaram a administração publica tomar tal decisão, manifestam, total e irrestrito apoio à Nota de Esclarecimento a Comunidade Miliciana com referencia ao assunto, que passamos a transcrever:


NOTA DE ESCLARECIMENTO À COMUNIDADE MILICIANA.


O signatário, Presidente do Conselho de Usuários do FASPM, Órgão de instância deliberativa e que partilha com o Conselho Diretor a gestão geral da referida entidade de direito público, usa a presente para esclarecer o que segue, em relação às notícias veiculadas pela imprensa, segundo a qual, por ordem do Senhor Governador, toda a população de servidores públicos estaduais da Região Metropolitana de Curitiba e Litoral, passará a receber atendimento medico hospitalar e realização de exames junto ao “Hospital Geral da Polícia Militar”:


1° A medida surpreende porque é do conhecimento do Conselho de Usuários que o HPM está funcionando muito precariamente por falta de recursos de toda ordem, excetuando aqueles oriundos da comunidade (2%), portanto não está com capacidade “ociosa”, como foi afirmado.


2º Até recentemente o HPM encontrava-se totalmente fechado por falta dos referidos recursos, conforme declarações do Diretor de Saúde, e, somente agora, após repasses de algumas parcelas do convênio SAS/SEAP para o FASPM foi possível dar “início” ao processo de reativação do complexo HPM/Laboratório.


3° Em que pese a previsão legal para a celebração de convênio de utilização da possível “capacidade ociosa” do HPM/FASPM, esta “ociosidade” não está constatada, pois a comunidade dos milicianos vem sendo atendida precariamente pelo sistema.


4º Releva notar que se está anunciando a celebração de convênio, quando entendemos que para a sua celebração se faz necessária a anuência dos gestores do FASPM – Conselho Diretor e Conselho de Usuários, os quais não foram consultados e, sem essa anuência, haverá imperfeição jurídica dos atos unilateralmente praticados – sob pena de se lhes estar usurpando a função.


5º Ressalte-se ainda que grande parte dos bens móveis e imóveis que constituem o complexo médico hospitalar do FASPM foi patrimonializado com recursos da comunidade, logo o FASPM, é co-proprietário do sistema objeto do convênio e, portanto, deve conhecer seus termos e anuir, resguardando os interesses da comunidade.


Finalmente, é importante deixar claro que o Conselho de Usuários estará atento à evolução dos fatos e pronta a intervir e a adotar as medidas cabíveis à menor afronta ao direito da família miliciana - contribuinte há mais de 40 anos para o FASPM (mesmo que anteriormente com outras denominações), e constituidora do patrimônio agora afrontado, principalmente em se considerando que os novos usuários desse complexo médico hospitalar não contribuíram e nem se fala que contribuirão para a sua manutenção ou ampliação.


Curitiba, PR, 27 de outubro de 2011

Justino Henrique de Sampaio Filho – CEL PM RR

Presidente do Conselho de Usuários/ FASPM


Abaixo os documentos devidamente assinados.

nota-de-esclarecimento-sas-hpm

apoio-ao-esclarecimento-sas-hpm

B.O. de Stive: PR: REUNIÃO COM O SECRETÁRIO DE SEGURANÇA SOBRE A EC 29 ACABA EM PIZZA E O HPM ABERTO AOS BENEFICIÁRIOS DO SAS

B.O. de Stive: PR: REUNIÃO COM O SECRETÁRIO DE SEGURANÇA SOBRE A EC 29 ACABA EM PIZZA E O HPM ABERTO AOS BENEFICIÁRIOS DO SAS

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

O Mistério dos Pés Decepados e o Estatístico Maluco

O Mistério dos Pés Decepados e o Estatístico Maluco:



Desde agosto de 2007, onze pés humanos desarticulados foram encontrados na região fronteiriça de British Columbia, Canadá, e Washington, EUA. São pés soltos, sem corpos, embora, no que é ainda mais bizarro, todos calçassem tênis esportivos. Alguns ainda vestiam meia.


Especialistas consultados pela imprensa classificaram o mistério de “surpreendente” e “quase impossível de explicar”. Teorias inusitadas foram sugeridas, indo desde um naufrágio ou acidente de avião, dos quais os corpos nunca haviam sido recuperados, até que os pés poderiam ter vindo do Tsunami na distante Indonésia em 2004. De fato, um dos pés vestia um tênis vendido principalmente na Índia, e quase todos os tênis haviam sido fabricados antes de 2004.


Havia ainda o temor de que um psicopata com alguma fixação por cortar pés com tênis esportivos estivesse em ação. A resposta a este mistério, na continuação.


Para desvendar os pés decepados, é preciso conhecer um pouco da história de Abraham Wald. Ele foi um peculiar matemático judeu nascido na Europa que emigrou para os EUA fugindo da perseguição nazista. Wald aplicou sua mente a uma tarefa aparentemente simples: estimar a vulnerabilidade de aviões. Para isso, observou os aviões cheios de buracos que retornavam do front. Simples, não?



Depois de elaborar sofisticadas técnicas de análise, contudo, sua recomendação pode soar absurda. Ele recomendou que as partes dos aviões que não haviam recebido tiros eram as mais vulneráveis, e deviam ser reforçadas. Algo como colocar um curativo onde não há um machucado. Por quê?


A resposta está nos aviões que ele analisou – eram os aviões que haviam retornado do front. Wald levou em conta que os aviões que retornavam, ainda que cheios de buracos, haviam resistido às avarias o suficiente para fazer a viagem de volta. Os buracos indicavam os locais mais robustos, que podiam resistir a avaria, não os mais frágeis. Ao contrário, as áreas intactas apontavam as zonas que não podiam ser atingidas, pois se o fossem, os aviões seriam perdidos em combate. Os que retornavam com elas intactas haviam tido sorte.


A análise de Wald considerou o que se chama de viés de seleção: o conjunto de dados analisado já foi selecionado de alguma forma, e uma análise apropriada deve levar isto em conta. Aqui está outro exemplo: você já parou para se perguntar por que nunca dá ocupado quando você liga para o número errado?


Em verdade, o que ocorre é que geralmente percebemos que ligamos para o número errado apenas quando a pessoa do outro lado atende à ligação. Guardamos em nossa memória uma seleção muito peculiar de dados. Do contrário escutamos o sinal de ocupado sem nunca percebermos que ligamos para a pessoa errada. Um mistério aparente surge se não considerarmos que os dados que consideramos estão enviesados.


O que nos leva de volta ao mistério dos pés decepados. A solução ao mistério não envolve nenhum grande acidente, nenhum Tsunami levando pés por milhares de quilômetros, nem mesmo um maníaco com uma serra na mão.


A resposta simples é que os pés pertencem a pessoas que se suicidaram jogando-se nas águas nas proximidades da região. Aqueles que puderam ser identificados foram associados a vítimas com um histórico de depressão que haviam sido dadas como desaparecidas. Não havia nenhum sinal de que os membros tivessem sido separados com o uso de qualquer ferramenta, pelo contrário, estas extremidades se separam como parte da decomposição natural dos corpos e o pé mais recente foi encontrado ainda conectado a parte dos ossos da perna.


Mas por quê todos usavam tênis? Certamente não deve ser mera coincidência, e de fato não foi. Ocorre que tênis esportivos, projetados para serem leves, costumam boiar. Os suicidas que usam sapatos mais pesados acabam tendo seus pés, ainda que separados pelas correntes, depositados no fundo das águas. Já os que usavam tênis, podem tê-los flutuando por alguma distância até chegar à costa. O responsável por selecionar apenas os pés com tênis não é um psicopata, é apenas a força de flutuação da água.


Exatamente como os aviões atingidos, exatamente como o telefone ocupado, o mistério dos pés decepados é fruto de um inusitado, e um tanto mórbido, viés de seleção. Pode soar um tanto deprimente, porque o que ele significa é que há muito mais pés de suicidas nas águas por aí. Aqueles que usam sapatos dificilmente serão encontrados.


Para não encerrar neste tom sombrio, vale lembrar que mesmo esta coluna sofre de um viés de seleção. Apenas uma história chamativa como pés decepados acaba merecendo um post que você, por curiosidade, leu até aqui. Funcionou, não? Como todos os noticiários, é mais fácil vender histórias trágicas, mas isso não significa que o mundo seja um lugar cada vez mais tenebroso.


Há uma imensidão de boas notícias, de pequenos gestos e felicidades que nunca irão aparecer no Jornal Nacional. Qualquer análise, ainda que não seja estatística, deve levá-los em conta, e espero que conhecer algo sobre o viés de seleção ajude você a encarar as coisas de uma forma diferente. [via Marginal Revolution, BoingBoing]







Quanto você cobraria para ser policial? - Abordagem Policial

Quanto você cobraria para ser policial? - Abordagem Policial

Blog da Renata: ATENÇÃO MILITARES, NÃO LEVE TELEFONE 190 PARA CASA EM HORÁRIO DE FOLGA, SE NÃO HÁ EFETIVO É PROBLEMA DO ESTADO NÃO SEU!!!!!!!!

Blog da Renata: ATENÇÃO MILITARES, NÃO LEVE TELEFONE 190 PARA CASA EM HORÁRIO DE FOLGA, SE NÃO HÁ EFETIVO É PROBLEMA DO ESTADO NÃO SEU!!!!!!!!

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Vídeo: a brilhante campanha de TV que reduziu em mais da metade as mortes por acidentes de carro em Estado australiano; as imagens são duras, duríssimas, mas necessárias

Vídeo: a brilhante campanha de TV que reduziu em mais da metade as mortes por acidentes de carro em Estado australiano; as imagens são duras, duríssimas, mas necessárias:


Nada como uma campanha de conscientização bem feita.

Alarmados pelo que consideraram um elevado número de mortos nas estradas em 1989 (um total de 776), em dezembro daquele ano a Comissão de Acidentes no Transportes (TAC, da sigla em inglês) de Victoria, o segundo Estado mais populoso da Austrália, com 5,5 milhões de habitantes e cuja capital é Melbourne, inaugurou uma revolucionária campanha televisiva com objetivo de inibir o uso de álcool e outras drogas entre motoristas.

20 anos de vídeos extremamente fortes

Ao longo das duas décadas seguintes, 40 peças seriam levadas ao ar, abordando inúmeras situações que propiciam tragédias ocorridas nas estradas e nas cidades por culpa de pessoas que dirigem entorpecidas: fulano que diz que só tomará uma cervejinha, cicrano sem condições de dirigir que se recusa a passar o volante para um amigo, o constrangimento de ser pego no bafômetro, a agonia das famílias nos hospitais.

A média de um anúncio a cada seis meses foi um dos carros-chefes do trabalho da TAC, bem como a objetividade e até agressividade dos slogans (o mais conhecido é “se você bebe e depois dirige, é um maldito idiota”).

Mas o que marcou para sempre a vida dos telespectadores australianos foi a visceralidade, o realismo e a profunda emotividade -- tanto no conteúdo quanto na forma -- dos filmes.

Em alguns, os acidentes eram reproduzidos com uma crueza e perfeição técnica que os tornavam quase insuportáveis de se assistir, o que era justamente o objetivo de seus criadores. Já outros exploravam o desconsolo de familiares de vítimas reais de acidentes fatais (como a batizada “Pictures of You”, das fotos acima do texto).



“Um longo caminho a percorrer”

O resultado? Bom, em dezembro de 2008 foram divulgados novos números: 303 mortos em acidentes no ano. Ou seja, 60% de redução no índice. Uma queda para encher de orgulho os australianos e servir de exemplo ao mundo. A descendente continuaria em 2009 (290) e 2010 (288).

E para quem pensou que o órgão responsável pela campanha se deu por satisfeito, o maior tapa na cara publicitário ainda estaria por vir: para marcar os 20 anos do projeto, a TAC lançou em 2009 um vídeo de mais de 5 minutos, com trilha sonora de “Everybody Hurts”, belíssima balada do R.E.M., que resume trechos de todas as campanhas anteriores. (Assistam abaixo)

Um verdadeiro soco no estômago impulsionado pela frase “ainda há um longo caminho a percorrer”. Se assistir a este único filme já causa tanto impacto, imaginem passar duas décadas acompanhando os outros.





Como resolver cubo mágico em poucos segundos

Como resolver cubo mágico em poucos segundos: É muito simples, pode acompanhar.





como resolver




Bem, se você não tem uma máquina dessa, não desanime. Deixarei aqui embaixo mais 3 possibilidades.



Cubo mágico pra quem tem peito (ou quer ver)

Cubo mágico para daltônicos

Cubo mágico para loiras (o mais difícil)

ONU afirma que Banda Larga brasileira é uma das piores do mundo

ONU afirma que Banda Larga brasileira é uma das piores do mundo:



A internet no Brasil é cara, e todos os nerds e clientes já reconhecem isso. Alguns sabem que os provedores de serviços só tem a obrigação de dar apenas metade da velocidade assinada. Por isso, não é uma grande surpresa quando vem a própria Organização das Nações Unidas, e apresenta um estudo que mostra que a banda larga brasileira é uma das piores do mundo.

O estudo diz que o brasileiro paga aproximadamente $61 dólares por Mpbs, sendo $31 dólares pela metade da velocidade, de 512 kbps. O estudo compara o custo com outros países sub-desenvolvidos, como o Quênia, Marrocos, Sri Lanka, Turquia e Vietnã. Para se ter ideia, os países citados possuem um custo aproximado de $46 dólares por Mpbs, $15 dólares a menos do que no Brasil. E se compararmos apenas com o Vietnã, a parada parece cheat: são $25 dólares por Mpbs, $36 dólares a menos que o Brasil!

A matéria ainda compara planos de dados móvel e telefonia. Para ver a matéria completa, clique aqui.

Via Exame



Stephan Martins

Stephan Martins não está surpreso.

.

Cadeira Saint Tropez - Vermelha : Detalhes do Produto - catálogo dotz - onde você gasta os seus dotz

Cadeira Saint Tropez - Vermelha : Detalhes do Produto - catálogo dotz - onde você gasta os seus dotz

Respeito e consideração no 190!

Respeito e consideração no 190!:

Imagem/Cabo PM Adriana - COPOM Lavras


image

Você sabia? Os fatores de risco e stress ao qual o Policial Atendente do 190 é submetido são bem maiores em comparação aos demais atendentes de Call Center, uma vez que cabe a eles, o primeiro juízo sobre a veracidade do fato que lhes é anunciado, desbravando de forma surreal suas atividades. Poucas pessoas conhecem a realidade das centrais de atendimento telefônico – Emergência 190 – onde muitas vezes, apenas um policial é encarregado do atendimento de dois a três telefones que chamam, urgentemente, fazendo as vezes de mensageiro, coletor de dados e controlador de rádio. Tudo isso em 12 ou 24 horas de trabalho para uma só pessoa – eis uma batalha – que, diga-se de passagem, pouco conhecida dos ditos clientes.

Independente de qualquer dissabor, cabe ao militar responsável pelo atendimento sempre primar pela pessoa, pelo cliente, pelo solicitante com respeito e moderação; e em sendo assim, do outro lado da linha, compete ao solicitante, de igual forma o respeito, e a consideração por alguém que pleiteará junto aos demais militares para que a paz social aconteça no momento de conflito.

É certo que no domínio e conforto de nosso lar, por muito menos, desligaríamos a chamada de alguém que não nos trata com a devida cordialidade que dispensamos. O que não acontece com os atendentes da Polícia Militar, que são orientados a relevarem o desequilíbrio do solicitante que ora encontra sob forte pressão.

Ancoramos na ideia de que antes de punir, devemos orientar a população usando para isso campanhas educativas a fim de trazer conscientização a esse respeito.

Agora temos um recado aos menos desavisados: A falta de respeito para com o atendente do 190 configura crime de desacato, previsto no Artigo 331 do Código Penal que estabelece o tipo penal como desrespeito ao funcionário público no exercício da função ou em razão dela, com pena de detenção, de 6 (seis) meses a 2 (dois) anos, ou multa.

Condenamos essa prática nociva tanto para o atendente como para a sociedade que de forma factual paga a conta telefônica.

Polícia Militar, a gente conversa, a gente se entende!

Chinesa de 2 anos é atropelada por Van - e ignorada por pedestres

Garota de dois anos é atropelada em Foshan (China) e é ignorada por dezessete pedestres. A pequena, encontrada agonizante por uma senhora, está em estado crítico no hospital.


e ainda tem pessoas que não acreditam que Cristo vai voltar.


isto é uma pequena parte da ignorância dos seres humanos, o que acontece na África é muito, mas muito pior do que esta imagens nos mostram.



http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=MjDC-C2NzWA

domingo, 23 de outubro de 2011

Veiculo a 195 km/h bate em muro, quer ver como fica?


Quando um teste de colisão é feito com um carro batendo em um muro de concreto, a velocidade do carro geralmente é de aproximadamente 65 km/h, nesse teste você poderá conferir como ficaria o carro caso o mesmo estivesse numa velocidade 3 vezes maior, ou seja, caso ele batesse em um muro de concreto a aproximadamente 195 km/h.
O carro utilizado foi um Ford Focus.





http://www.youtube.com/watch?v=6dI5ewOmHPQ&feature=player_embedded

Conjur - Algemas garantem integridade física do agente policial no cotidiano

Conjur - Algemas garantem integridade física do agente policial no cotidiano

sábado, 22 de outubro de 2011

G1 - Vídeo mostra criminosos sendo perseguidos por PM de folga no PR - notícias em Paraná

G1 - Vídeo mostra criminosos sendo perseguidos por PM de folga no PR - notícias em Paraná

Gentileza Gera Gentileza!

Entre todos os agentes de trânsito do Espírito Santo, um servidor de Vila Velha está sendo destaque na Semana Nacional de Trânsito, comemorada de 19 a 23 de setembro.

Por indicação dos próprios condutores e pedestres pelo trabalho desenvolvido no município, o agente Jobson Meirelles, da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (Semtran), foi homenageado pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-ES) com uma placa de honra ao mérito e um vídeo que mostra seu trabalho como guarda na Praia da Costa.

Gentileza Gera Gentileza!

B.O. de Stive: POPULAÇÃO QUER AUMENTO SALARIAL E MELHORA NA FORMAÇÃO POLICIAL

B.O. de Stive: POPULAÇÃO QUER AUMENTO SALARIAL E MELHORA NA FORMAÇÃO POLICIAL

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Depoimento de policiais não é suficiente para condenar

Depoimento de policiais não é suficiente para condenar
Por Eduardo Velozo Fuccia


A apreensão de grande quantidade de drogas, por si só, não é o suficiente para motivar a condenação por tráfico da pessoa presa com o entorpecente. É necessária a certeza de que o tóxico pertença ao acusado e, desse modo, a falta de testemunhas que não integrem os quadros policiais vinculando a droga ao réu torna a prova insuficiente para a condenação.


Diante desse quadro processual, o juiz Alexandre Coelho, da 2ª Vara Criminal de Santos, absolveu um estivador de 37 anos. Em 13 de outubro do ano passado, policiais da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) prenderam o acusado em flagrante após receberem denúncia anônima de que ele vendia drogas no cais.


A abordagem ao réu ocorreu na Rua dos Estivadores, no Paquetá. Ele se aproximava de seu carro e os investigadores afirmaram que encontraram com ele dois pequenos tabletes de maconha destinados à venda para terceiros. Ainda conforme os policiais, a droga fora trazida de Santa Catarina e o acusado, momentos antes de ser detido, teria distribuído entorpecentes na zona portuária.


Porém, o advogado Alex Ochsendorf juntou ao processo documento de uma operadora de telefonia móvel que registrou o deslocamento do acusado no período imediatamente anterior à prisão. Conforme a documentação, o réu não passou pelo cais. “As provas evidenciam, sem divergências, que o acusado trabalhou em outro município, até momentos antes de ser abordado”, se convenceu o juiz na sentença.


Além disso, duas testemunhas da abordagem afirmaram em juízo que não viram nada de ilícito ser apreendido com o estivador. As acusações atribuídas ao réu, no entanto, não pararam por aí. A equipe da Dise também o apontou como o dono de nove tijolos de maconha e de nove pequenos tabletes da erva, totalizando cerca de oito quilos, achados na sequência em uma casa, em Praia Grande.


O imóvel estaria sob a responsabilidade do réu, mas a falta de testemunhas da apreensão tornou a versão dos investigadores isolada no conjunto probatório. Segundo os policiais, uma moça teria acompanhado as buscas e o encontro do tóxico dentro da casa. Com base nas referências sobre a suposta testemunha, a Justiça tentou localizá-la para que depusesse no processo, mas não conseguiu achá-la.


Em contrapartida, a defesa indicou uma vizinha da residência vistoriada para depor. Essa testemunha relatou que presenciou a entrada e a saída dos policiais. Segundo ela, os investigadores permaneceram pouco tempo na residência e foram embora sem nada nas mãos, exceto a arma de fogo de um deles. Após os policiais se retirarem do local, essa mulher disse que foi à residência e não constatou nada de anormal.


“Tivessem sido adotadas algumas formalidades para o ato de busca e apreensão dos tijolos de maconha, como autorização judicial e obtenção de testemunhas dentre vizinhos, mereceria a prova mais crédito do que ela tem no momento”, frisou Coelho. Segundo ele, ao Estado é imposto o dever de produzir prova inequívoca da culpabilidade do réu e as “incertezas” na ação penal impuseram a sua absolvição.



Eduardo Velozo Fuccia jornalista de Santos (São Paulo).

Revista Consultor Jurídico, 16 de outubro de 2011

Boas Notícias - Primeiros satélites do "GPS" europeu partem amanhã

Boas Notícias - Primeiros satélites do "GPS" europeu partem amanhã

Audiência pública para regulamentar a carga horária dos Policiais Militares

Audiência pública para regulamentar a carga horária dos Policiais Militares

sábado, 15 de outubro de 2011

Supernanny brasileira, defende a Bíblia como base educacional

Cris Poli, a Supernanny brasileira, defende a Bíblia como base educacional; lança novo livro


Quem não sente arrepios ao ver uma criança mostrando toda a potência de seus pulmões e lágrimas no meio do corredor do shopping? Pois há cerca de 5 anos, a resposta engraçadinha para os pitis infantis é uma só: “Chama a Supernanny!”.


Desde que apareceu no programa do SBT com a tarefa de ‘moldar’ os métodos educacionais de algumas famílias, Cris Poli é mais conhecida pelo codinome da personagem do que pelo que consta em sua certidão de nascimento. No documento, aliás, dá para ver que a educadora nasceu do outro lado da fronteira, na Argentina. Mas adotou o Brasil como lar em 1976, durante uma das (infelizmente) recorrentes crises no país hermano.


A apresentadora do programa Super Nanny do SBT, está lançando um livro pela editora Mundo Cristão, “Pais Responsáveis Educam Juntos”, que traz um guia para que os pais saibam definir papéis na hora de educar seus filhos.


Ter um filho muda para sempre a vida da futura mamãe e do futuro papai.


Chegando no momento planejado, ou não, um filho é sempre um grande presente, mas que precisa ser orientado com a seriedade necessária. Partindo da premissa de que a responsabilidade de educar os filhos é dos pais, Cris Poli apresenta conselhos preciosos para que, trabalhando em equipe, pai e mãe se saiam bem nessa tarefa.


Com exemplos próprios e de famílias que conheceu ao longo de sua carreira como educadora, a autora mostra de forma extremamente prática a melhor maneira de os pais agirem em diversas situações, desde a amamentação até a como impor limites e discipliná-los em amor.


Você conhecerá as fases da criança, as mudanças em suas atitudes e comportamentos e aprenderá a como controlar e usar as emoções a seu favor.


Com papéis bem definidos, cooperação e diálogo, com certeza pai e mãe serão bem-sucedidos na aventura de educar os filhos.


Notícias cristãs com informações do JB/Heloisa Tolipan


Fonte:- http://news.noticiascristas.com

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Perseguição aos metodistas de Fiji

Perseguição aos metodistas de Fiji: A perseguição ao metodismo em Fiji pelo ditador que tomou o poder em 2006. O metodismo é a maior Igreja com 1/3 da população.




Fonte: http://www.youtube.com/user/massolinho

Quando desobedecer é a única saída

Quando desobedecer é a única saída:










Por Hermes C. Fernandes





Daniel viveu na Babilônia por muitos e muitos anos, talvez até o fim de sua vida. Sobreviveu a vários reinados. Assistiu à Babilônia ser tomada das mãos dos Caldeus, e entregue aos medos e persas. Independente de quem estivesse no poder, Daniel se mantinha fiel à sua consciência. Ele não estava comprometido com uma ideologia ou império, e sim com o Deus de seus pais.




Durante o reinado de Dario, o rei medo, Daniel foi vítima de uma conspiração.




“Todos os presidentes do reino, os prefeitos e sátrapas, conselheiros e governadores concordaram em que o rei devia baixar um decreto e fazer firme o interdito, que qualquer que, por espaço de trinta dias, fizer uma petição a qualquer deus, ou a qualquer homem, e não a ti, ó rei, seja lançado na cova dos leões” (Dn.6:7).




A arapuca estava armada. Bastava flagrar Daniel orando ao seu Deus para que este fosse lançado na cova dos leões. Era uma questão de tempo. Mas não muito tempo.




“Ora, quando Daniel soube que a escritura estava assinada, entrou em sua casa, no seu quarto em cima, onde estavam abertas as janelas para o lado de Jerusalém, e, três vezes ao dia, se punha de joelhos, orava e dava graças, diante do seu Deus, como também antes costumava fazer” (v.10).




Pode parecer simples, porém, orar é muito mais do que uma prática religiosa. Orar é conspirar! Orar é sabotar! Orar é emperrar as engrenagens deste mundo. É denunciar as injustiças. É ser cúmplice de Deus na implantação do Seu Reino na Terra. É, portanto, uma atitude subversiva, revolucionária.




Quem deixa de orar, acaba por conformar-se com o mundo. Perde a esperança. Torna-se cínico.





Daniel não se dobrou ante aquele decreto injusto. Ele o desobedeceu conscientemente.




Como podemos desobedecer a autoridades constituídas por Deus? Isso não contraria o ensino das Escrituras em Romanos 13?





“Toda pessoa esteja sujeita às autoridades superiores, pois não há autoridade que não venha de Deus. As autoridades que há foram ordenadas por Deus. Por isso, quem resiste à autoridade resiste à ordenação de Deus” (Rm.13:1-2a).




Mas não foi justamente isso que fizeram as parteiras hebréias que receberam ordem de Faraó para que matassem todos os recém-nascidos do sexo masculino? E se houvessem obedecido, o que teria sido de Moisés?




Como resolver este conflito? Creio que a resposta pode ser encontrada no episódio em que as autoridades judaicas proíbem os apóstolos Pedro e João de proclamarem o Evangelho e ensinarem em nome de Jesus (At.4:18).


Observe a resposta que eles deram:




“Julgai vós se é justo, diante de Deus, obedecer antes a vós do que a Deus?” (At.4:19).




Devemos obedecer às autoridades civis, desde que suas ordens e leis não conflitem com a vontade de Deus revelada nas Escrituras.





Um cristão verdadeiro não vai obedecer a seu chefe quando este lhe mandar mentir ou trapacear. Ainda que isto lhe custe a demissão.





Igualmente, os filhos devem submeter-se aos pais, bem como as esposas aos seus maridos, mas jamais trair a sua consciência fazendo o que for contrário à Palavra de Deus.




Temos o dever de rebelar-nos contra leis injustas, que favorecem a uns à custas de outros. Ainda que os beneficiados sejamos nós mesmos.




Insurgir-se contra a injustiça pode nos custar caro. Dietrich Bonhoeffer, proeminente teólogo alemão, pagou com sua própria vida, por resistir à autoridade nazista em nome de sua fé. A justificativa de seu ato pode ser encontrada no livro "Resistência e Submissão", de sua autoria.




Ao ser flagrado em oração, Daniel foi lançado na cova dos leões, conforme previa a lei. Porém, o Deus a quem devia total lealdade enviou Seu anjo para impedir que fosse devorado pelas feras.




Não devemos temer às ameaças daqueles que se nos opõem. Mesmo que não recebamos um livramento semelhante ao de Daniel, terá valido a pena manter-nos fiéis à nossa consciência.










PRF flagra tática inusitada de traficantes e apreende cocaína em forma de gel e diluída

PRF flagra tática inusitada de traficantes e apreende cocaína em forma de gel e diluída


Uma tática inusitada para transportar cocaína foi descoberta pela Polícia Rodoviária Federal na noite de quinta-feira (13): Durante uma fiscalização em Dionísio Cerqueira/SC, na divisa com o Paraná, foram apreendidos seis quilos da droga com um passageiro de ônibus.


Um quilo estava em forma de gel, dentro de uma estrutura de PVC embutida em um quadro com foto de criança, outros cinco quilos estavam prensados em placas de borracha, através de um processo químico, e escondidos em forros de capas de instrumentos musicais.


O ônibus fazia a linha Foz do Iguaçu — Santa Maria/MS, e foi abordado na BR 163.


O passageiro, um sul-mato-grossense de 31 anos, disse aos policiais que pegou a droga na rodoviária de Foz do Iguaçu e que levaria para Santa Maria/RS, recebendo cinco mil reais pela entrega.


A PRF acredita que pela forma profissional como a droga foi escondida, ela teria como destino o exterior.


A cocaína não tinha cheiro e só foi descoberta com o uso de reagentes químicos.


Fonte:- http://blog.blogdobalako.com

Paraná perde 60% dos Consegs

Paraná perde 60% dos Consegs:

Em dois anos, o número de conselhos de segurança ativos no estado caiu de 278 para 110, segundo Uniconseg. Medo e insegurança estão ligados à queda


13/10/2011 | 00:05 | Fábio Guillen, da Gazeta Maringá



Pelo menos 168 Conselhos Comunitários de Segurança (Consegs) do Paraná ficaram inativos nos últimos dois anos. O número equivale a 60% do total de 278 unidades que existem no papel e deveriam trabalhar para defender os interesses de seus municípios e bairros – pontos relacionados à segurança pública, educação, saúde, terceira idade e trânsito. Os números são da União Estadual dos Consegs do Paraná (Uniconseg). Os principais fatores que levam à desmotivação dos líderes locais são o medo e a insegurança de lutar pelas questões que dizem respeito à comunidade. “Desmotivação, medo, ameaças e falta de proteção e incentivos fazem com que os presidentes dos Consegs abandonem os grupos. O presidente é eleito pela comunidade, mas, com o passar dos meses, percebe que não tem proteção para atuar e defender os interesses daquela localidade. Por isso, desistem e os Consegs acabam fechando”, conta o presidente e fundador da Uniconseg, José Augusto Soavinski.


Outra dificuldade, segundo Soavinski, é garantir as exigências feitas pela população durante as reuniões. “As pessoas pedem mais policiamento, reativação da polícia comunitária etc. Mas, ao buscar isso junto ao poder público, não temos retorno. Isso desanima os presidentes, já que acabam se tornando ‘vilões’ por não conseguirem atender aos pedidos da sociedade”, diz.




Em ação

Confira quais são os conselhos de segurança mais atuantes do Paraná, segundo a Uniconseg e a Sesp:


- Maringá


- Londrina


- Ponta Grossa


- Apucarana


- Conseg Central de Curitiba


- Jardim das Américas (Curitiba)


- Jardim Social (Curitiba)


- Juvevê (Curitiba)


- São José dos Pinhais




Exemplo

Envolvimento que deu certo


Indicadores de violência mostram que o crime perde força onde há interação entre sociedade e polícia. É o caso de Maringá, na região Noroeste do estado, onde os índices de criminalidade caem anualmente. Segundo o último comparativo divulgado pela Polícia Militar (PM), em setembro deste ano, não houve homicídios no município, enquanto no mesmo período do ano passado foram cinco casos. Em contraponto, o número de prisões por tráfico de drogas aumenta mês a mês.


Sucesso


Parte dessa redução de crimes em Maringá se deve ao Conselho de Segurança Comunitário de Maringá (Conseg), criado há 27 anos. A iniciativa da sociedade civil maringaense foi pioneira no Brasil e se mostrou eficaz. “A população descobriu a importância de se discutir a segurança pública. Temos um envolvimento da sociedade, que percebeu que não basta cobrar medidas de segurança pública, é preciso sugerir e acompanhar. Esta é uma das receitas para o sucesso de um Conseg”, diz o presidente do conselho, Antônio Tadeu Rodrigues.


O Conseg de Maringá possui vários projetos vistos como modelo. Um deles é o Reconhecer, que oferece gratuitamente cursos profissionalizantes, de qualificação ou de desenvolvimento pessoal para servidores que atuam na área da segurança pública. Ao todo, 237 pessoas passaram pelos cursos. (FG)




Interesse comum


Em todo o Paraná, existem 233 Consegs vinculados à Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp), segundo a Coordenação Estadual dos Consegs do Paraná. Pelo menos 45 são independentes e não seguem os princípios da Sesp, segundo a Uniconseg. Contudo, apenas 110 estão ativos. “Fazemos reuniões para tentar trazer os conselhos independentes, mas alguns têm interesses políticos próprios e não permitimos isso dentro do grupo. Às vezes, o interesse político de uma pessoa desarticula todo o grupo, o que acaba deixando o conselho inativo”, explica a coordenadora do Conseg estadual, Michelle Lourenço Cabral.


Segundo a coordenadora, os presidentes dos Consegs não podem desistir do grupo alegando que o poder público não corresponde às ações, pois a Sesp está aberta para resolver, na medida do possível, as carências de cada comunidade. “Sabemos que o governo do estado passa por uma deficiência na segurança pública de mais de 10 anos. Temos de ir tentando resolver aos poucos, mas dependendo do caso não é possível resolver de imediato”, diz Michelle.


Conselho é caminho para reduzir criminalidade


Ana Lúcia Rodrigues, coordenadora do Observatório das Metrópo­­les, órgão que estuda problemas urbanos, acredita que os conselhos de segurança (Consegs) só conseguem desenvolver um bom trabalho na comunidade quando as ações atingem, principalmente, políticas de assistência social.


Para ela, as ações dos Consegs não devem buscar apenas soluções para a violência, devem trabalhar com a prevenção da violência. “Pro­­blemas de segurança pública jamais serão solucionados descolados das demais políticas. A violência e a criminalidade estão vinculadas à desigualdade social e à situação de abandono em que grandes contingentes de moradores são submetidos”, conta a socióloga.


O Conseg Estadual aponta a participação da população como indispensável para a identificação de problemas e peculiaridades das comunidades que o poder público pode não perceber. “Nada melhor do que a co­­munidade nos mostrar suas carências. Os Consegs são extremamente im­­por­­tantes para apontar e denunciar o que de fato está errado nas regiões que eles atuam. Quando a população não se envolve, o Conseg não vai adiante”, aponta a coordenadora estadual dos Consegs, Michelle Lourenço Cabral.



quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Novo Golpe: "Burundanga" ou escopolamina


URGENTE E MUITO SÉRIO.

 

LEIA - AVISEM PAR ENTES, FILHOS, AMIGOS, VIZINHOS, ETC...‏


AVISO PARA SUA SEGURANÇA, NÃO DEIXE DE LER


ACONTECEU EM CURITIBA!!!!

Vale a pena estar atento...

No último sábado procurava um telefone público e encontrei apenas um, em frente ao estacionamento Soriana (Praça da Espanha).

Estacionei alguns metros mais atrás e desci do carro.

Quando estava falando chegou um homem sem uma perna e com muletas.

Me perguntou se podia ajudar a anotar um número, e me deu o cartão com o número e um papel para anotar o telefone.

Com muito prazer para ajudar, peguei o papel e comecei a marcar o número.

Então em poucos segundos comecei a me sentir mal, sentia que estava desmaiando.

Acontecia algo de anormal, então corri para o carro e me fechei, ainda me sentindo enjoado.

Tonto, tentei ligar o carro e afastei-me um pouco do local, estacionando mais a frente.

Depois, não lembro de mais nada.

Mais tarde despertei ainda bastante enjoado, e com a cabeça como se estivesse estourando.

Consegui chegar até minha casa, e fui imediatamente para o hospital... Após os exames de sangue, confirmou-se o que suspeitava.

Era a droga que está na moda: a "Burundanga" ou escopolamina. "

Você teve sorte" - me disse o médico.

"Não foi uma intoxicação, apenas uma reação à droga...Não quero nem imaginar o
 teria acontecido se os teus dedos tivessem absorvido toda a droga ou ficassem em contato com ela por mais 30 segundos...."

Com uma dose mais forte, uma pessoa pode ficar até oito dias "desligada deste mundo".

Nunca tinha pensado que aquilo podia acontecer comigo! E foi tudo tão rápido.

Escrevo não para assustar, mas para alertar.

Não se deixem surpreender!

O Médico do hospital (Dr. Raul Quesada) comentou que já são vários os casos como este e me falou dos mortos que são encontrados sem órgãos, encontraram-se restos dessa droga nos dedos deles.

Estão traficando órgãos com esta droga!!!!!!!!

Tenham cuidado e enviem a todos os familiares, amigos, vizinhos....Podem acabar salvar uma vida!

A escolopamina ou burundanga, usada também em medicina, provém da América do Sul e é a droga mais usada pelos criminosos (geralmente agem em 3) que escolhem suas vítimas.

Ela atua em 2 minutos, faz parar a atividade do cérebro e com isso os criminosos agem a vontade, fazendo com as vitimas o que querem: roubos, abusos, etc.

E o pior: ELA NÃO SE LEMBRARÁ DE  NADA!!

Em doses maiores essa droga pode fazer a vítima entrar em coma e até levar à morte.

Pode ser utilizada em doces, papéis, num livro,... ou ainda em um pano, que uma vez aberto, deixa escapar a droga em forma de gás.... Cuidado com pessoas que vem falar conosco como se nos conhecessem...especialmente nos pontos de ônibus... E não deixem estranhos entrarem em casa!!

Reenvie este alerta para todos os seus contatos.

Não custa se prevenir, maldade existe em todos os lugares e cada dia que se passa os bandidos estão inventando algo diferente.. Vamos ficar alertas então.


FIQUE LIGADO - AVISE SEUS FAMILIARES

  
O Ricardo Boechat deu hoje uma notícia sinistra na tv.

A notícia era sobre uma mulher que comprou uma garrafa de água em um sinal de trânsito, na Zona Oeste do Rio.

Logo após beber a água a mulher começou a sentir-se mal e só lembra de ter acordado em uma lanchonete do Bob's, sem o carro, obviamente.

Uma pessoa vende a água e uma moto segue o comprador para "socorrer" a vítima e levar o carro.

A água foi analisada e constataram que continha um anestésico de uso veterinário.

É mole?
ATENÇÃO, não compre nada de vendedores (bandidos) em sinais e engarrafamentos!

É UMA NOVA MODALIDADE DE ROUBO - MUITO CUIDADO!!!

Pode chegar logo em outros estados... vamos repassar, somos mais rápidos que eles, na internet...

Educar o olhar!

Educar o olhar!


Se você colocar um falcão em um cercado de 1m² e inteiramente aberto em cima, ele se tornará um prisioneiro, apesar de sua habilidade para o vôo.

A razão é que um falcão sempre começa seu vôo com uma pequena corrida em terra.

Sem espaço para correr, nem mesmo tentará voar e permanecerá um prisioneiro pelo resto da vida, nessa pequena cadeia sem teto.


O morcego, criatura notavelmente ágil no ar, não pode sair de um lugar nivelado.

Se for colocado em um piso completamente plano, tudo o que ele conseguirá fazer será andar de forma confusa, dolorosa, procurando alguma ligeira elevação de onde possa se lançar ao vôo.


Um zangão, se cair em um pote de vidro aberto em cima, ficará lá até morrer ou ser removido.

Ele não vê a saída no alto.

Por isso, persiste em tentar sair pelos lados, próximo ao fundo.

Procurará uma maneira de sair onde não existe nenhuma, até que se destrua completamente de tanto se atirar contra as paredes do vidro.


Existem pessoas como o falcão, o morcego e o zangão: atiram-se obstinadamente contra os obstáculos, sem perceberem que a saída está logo acima.

Se você está como um zangão, um morcego ou um falcão, cercado(a) de problemas por todos os lados, olhe para cima!

E lá estará Deus:

à distância de uma oração!

TENHA UMA ÓTIMA SEMANA!

Constantino S Filho

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

O CHEFE E O LÍDER

O CHEFE E O LÍDER

O CHEFE MANDA
O LÍDER DIRIGE O OBTÉM COLABORAÇÃO

O CHEFE USA APENAS SUA AUTORIDADE
O LÍDER USA A AUTORIDADE E CONSEGUE BOA VONTADE

O CHEFE AMEAÇA
O LÍDER MOTIVA

O CHEFE AMENDRONTRA
O LIDER ENTUASMA

O CHEFE DIZ,EU
O LÍDER DIZ NÓS

O CHEFE SÓ CULPA OS OUTROS
O LÍDER TAMBÉM CULPA A SI PRÓPRIO

O CHEFE DIZ ASSIM
O LÍDER MOSTRA COMO SE FAZ

O CHEFE FAZ COM QUE AS PESSOAS GIREM EM TORNO DELE
O LÍDER FAZ TUDO PARA GIRAR EM TORNO DO GRUPO

O CHEFE É OBEDECIDO
O LÍDER É RESPEITADO.


Funciona mais o menos assim:
Manda quem pode obedece quem tem juízo, no caso do chefe.

Já no caso do líder a equipe tem prazer em fazer tudo para agradá-lo:

Deleita-te também no SENHOR (Líder), e te concederá os desejos do teu coração. Salmos 37.4

Tanto é respeitado que o grupo é capaz de imensos sacrifícios pelo líder, o líder sabe reconhecer os seus subordinados e o valor de cada um, pois todos nós temos defeitos, muito mais qualidades, que o líder sabe reconhecer.

Somente o Líder tem olhos de fé em seus subordinados, mesmo que outras pessoas digam ao contrário.

O chefe está rodeado de falsos subordinados que na hora certa lhe cravará um punhal nas costas.

Já o líder está rodeado de assistentes que no primeiro sinal de perigo sacrificará a própria vida, pelo líder.

Já o chefe todos querem vê-lo pelas costas.

Muitas vezes o líder nem precisa pedir, tudo funciona em sua ausência, pois o líder conhece sua equipe e confia em sua equipe.

Já o chefe????????

Pv 9.9 Instrui ao sábio, e ele se fará mais, sábio; [ensina] ao justo, e ele crescerá em entendimento.

O Chefe sacrífica a Ovelha
O Líder protege a Ovelha



"As pessoas perguntam qual é a diferença entre um líder e um chefe. O líder trabalha a descoberto, o chefe trabalha encapotado. O líder lidera, o chefe guia."
Franklin Roosevelt

"Precisar de dominar os outros é precisar dos outros. O chefe é um dependente."
Fernando Pessoa

"Questionar quem deve ser o chefe, é como discutir quem deve ser o saxofonista num quarteto: evidentemente, quem o sabe tocar."
Henry Ford

"Um bom chefe faz com que homens comuns façam coisas incomuns."
Peter Drucker



"Depois de algum tempo, você aprende a diferença, a sutil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas. E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.

E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão. Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo. E aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la, por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.

Descobre que se levam anos para se construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que você pode fazer coisas em um instante das quais se arrependerá pelo resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher. Aprende que não temos que mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam, percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos.

Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa, por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vejamos. Aprende que as circunstâncias e os ambientes tem influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser. Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto. Aprende que não importa onde já chegou, mas onde está indo, mas se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar serve. Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados.

Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências. Aprende que paciência requer muita prática. Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai é uma das poucas que o ajudam a levantar-se.

Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversários você celebrou. Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha. Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.

Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não o ama, contudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.

Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a perdoar-se a si mesmo. Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado. Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte. Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás.

Portanto... plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores. E você aprende que realmente pode suportar... que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida!"
William Shakespeare